Dicas Essenciais para a Aquisição de um Imóvel


O sonho da casa própria é o desejo de boa parcela da sociedade e, no contexto brasileiro, não é diferente. Mesmo com a pandemia decorrente do novo coronavírus, o mercado imobiliário vem apresentando índices de crescimento dia após dia. Isso porque o fator oferta e demanda, especialmente no início da quarentena, ocasionou uma desvalorização e uma queda exponencial sobre o valor dos imóveis.


Deste modo, em razão dos valores médios abaixo do mercado, bem como a redução da Taxa SELIC, foi possível verificar uma crescente na procura de imóveis, seja a título de investimento ou na conquista da casa própria.


Neste contexto, é possível elencar algumas dicas essenciais na aquisição de imóveis, para que a escolha seja não apenas mais acertada, como também mais tranquila e segura.





Primeiramente, é importante avaliar o objetivo da aquisição e o formato de imóvel mais adequado ao perfil do adquirente; isso porque o imóvel para fins de investimento provavelmente não será o mesmo adquirido para comportar uma família grande, por exemplo.


Após estabelecer os parâmetros do imóvel a ser adquirido e o valor médio que se pretende gastar, é essencial avaliar o valor do imóvel em relação à reserva financeira disponível, evitando o comprometer a integralidade do capital poupado para este fim. Isso porque é muito provável que, durante (e após) o processo de aquisição, surjam gastos inesperados.


Por isso, é sempre bom garantir uma verba extra, além do valor do imóvel propriamente dito.

Outros dois fatores importantes de se analisar são a localização do imóvel e possíveis custos extras. A infraestrutura nos entornos (de transporte ou comércio, por exemplo), assim como a taxa condominial (se houver), são aspectos que influenciarão de modo direto o montante de dinheiro gasto mês a mês.


Importante destacar, no entanto, que, ainda que todos estes fatores sejam analisados minuciosamente, é possível que a aquisição de um imóvel traga diversos problemas do ponto de vista jurídico. Explicamos.


No Brasil, infelizmente, a irregularidade dos imóveis é regra, o que pode ocasionar diversos problemas, atuais e futuros. Não é raro alguém vender um imóvel que não lhe pertence, por exemplo. Ou um imóvel que será utilizado para pagamento de uma dívida. Ou ainda aqueles sobre os quais há disputa judicial. Estas são apenas algumas das situações que podem transformar o sonho da aquisição de um imóvel num grande pesadelo.


Por isso, o acompanhamento de um advogado é de fundamental importância neste contexto.


A análise da situação do imóvel perante o cartório competente, a elaboração personalizada dos contratos e da Escritura de Compra Venda, bem como a análise documental e judicial – do imóvel e do vendedor – são apenas algumas das funções comumente desempenhadas pelo advogado que atua nesta área e são, sem sombra de dúvidas, aspectos essenciais nas aquisições imobiliárias.


Sendo assim, quando pensar em adquirir um imóvel, é importante não apenas avaliar valores, localização e objetivo, mas buscar a orientação e acompanhamento de um advogado especialista que possa realizar uma análise completa da situação legal e registral do imóvel, assim como avaliar os riscos envolvidos, garantindo a tranquilidade e a segurança jurídica nestas transações.


Fonte: Portal Radar Imobiliário - http://www.portalradarimobiliario.com.br/noticia/29774,cinco-dicas-para-escolheroimovel-ideal.html



Gabriela Macedo é advogada especialista em Direito imobiliário, professora de cursos e pós-graduação na área, idealizadora do @falecomaadv no Instagram e sócia do Gabriela Macedo Advocacia.

5 visualizações0 comentário
001.png